Home > Artigos > Plataformas de Informação Geográfica Voluntária (IGV)

12-05-2022

Plataformas de Informação Geográfica Voluntária (IGV)

Plataformas - Informação - Geográfica - Voluntária - IGV


Com o crescimento exponencial das novas tecnologias nas últimas décadas, os diferentes ramos científicos foram sofrendo alterações, especialmente ao nível das ferramentas de trabalho. A Informação Geográfica não foi exceção tendo sido, com a criação dos Sistemas de Informação Geográfica e a posterior expansão da internet, alterados diversos métodos de criação, manipulação, processamento e recolha de informação geográfica.


Os dados geográficos são uma valiosa fonte de informação na sociedade moderna. Esta informação passou a ser, na sua maioria, informação geográfica digital em que os SIG representam a grande ferramenta de manipulação e análise desta informação. Ao utilizar fontes alternativas destes dados (em especial as redes sociais), a disponibilidade e as aplicações potenciais dos sistemas de informação geográfica vão ser exponencialmente aumentadas.

 

Se, por um lado, evoluiu a forma como se manipula e analisa a informação geográfica, por outro lado, também evoluiu a forma como se obtém este tipo de informação. Uma nova forma de criação de informação geográfica surgiu intitulada em 2007 como Informação Geográfica Voluntária (IGV).

 

Quando a recolha de informação sobre o mundo real é feita por simples iniciativa de um cidadão, não havendo lugar a qualquer contrapartida pecuniária, então estamos a falar de Informação Geográfica Voluntária.

 

IGV corresponde a toda a informação geográfica criada ou recolhida por voluntários e que posteriormente é disponibilizada em plataformas online. O IGV é um caso delimitado de um fenómeno maior conhecido como conteúdo gerado pelo utilizador. O IGV tem como principal característica o facto de permitir que as pessoas tenham um papel mais ativo nas atividades de planeamento e mapeamento urbano.

 

A plataforma da Novageo (Mobile + SIG) permite fomentar o envolvimento colaborativo de comunidades de utilizadores em projetos comuns, permitindo aos cidadãos que se tornem “contribuintes” ativos de partilha de informação geográfica sobre fenómenos ambientais e sociais.

 

A informação geográfica voluntária pode ser partilhada em formato de imagem georreferenciada, mapas vetoriais, textos com informação objetiva recolhida por sensores, ou informação subjetiva. Possibilita um rápido crescimento relativamente à quantidade de dados recolhidos e permite uma permanente e imediata atualização dos membros que compõem a comunidade de Cidadãos voluntários.

 

Artigos relacionados:

 

👉 Follow @niuGIS

 

RELACIONADAS


Contacte-nos 214 213 262

Informações